O QUE VAI MUDAR EM SUA VIDA QUANDO VOCÊ MUDAR PARA OS ESTADOS UNIDOS

Com certeza, você já recebeu mensagem no WhatsApp ou Facebook falando sobre toda a pluralidade da mulher. A mulher é babá, engenheira, administradora, faxineira, chef de cozinha, e por aí vai…

Mas a verdade é que no Brasil, a gente tem uma mãozinha maior, seja porque contratar alguém para fazer uma faxina é mais acessível, seja porque nossas mães, tias e avós moram logo ali do lado.

Mudar para um país de primeiro mundo tem inúmeras vantagens, e com certeza você está ciente delas. Mas eu particularmente sou adepta da verdade verdadeira, da realidade, e detesto ver pessoas vendendo um sonho americano irreal. A verdade é que aqui a gente rala, e muito. Quer saber no que?

Aqui, você limpa a casa:

Pode esquecer. Não tem ajuda mesmo e ponto final. A não ser que você esteja disposto a pagar mais de US$100 por faxina. Se é o seu caso, eba! Mas não é o da maioria. Então, mãos à obra.

Chegar em casa cansada e encarar um terceiro turno de trabalho é rotina pra quem mora aqui. E, na verdade, não é tão ruim assim não. A gente acostuma e desenvolve estratégias. Não se preocupe, que mais pra frente vou dividir as minhas com você!

Aqui você lava a roupa:

Bom, pelo menos tem a secadora, né? A maioria das casas nos EUA vem equipadas com a máquina de lavar e secar, então dê adeus ao varal! Uhu! A não ser que você preze ainda por aquelas peças brasileiras que encolhem na secadora. Essas vão ter que ser penduradas ainda.

Mas funciona assim: lavou, secou e dobrou, imediatamente. Senão, vai ter que passar. E aí, já sabe, né? Nem adianta olhar pro lado, é você mesmo que vai ter que passar!

Aqui você cozinha:

Não aprendeu até hoje? Nos Estados Unidos, ou você aprende ou gasta o triplo comendo fora. Nada de Marizinha na cozinha fazendo seu bife favorito. É você ou você. Quem vai ser?

Aqui você faz compras faça chuva ou sol, ou neve, ou furacão:

Clima ameno, só na Flórida, e olhe lá. Prepare-se para encarar a vida com diversas intempéries. Eu já precisei quebrar o gelo ao redor do tanque do carro para conseguir abastecer. Ah é, aqui você abastece o carro também!

Já fiz compras de supermercado, grávida, com um filho pequeno, na neve braba e ainda tendo que dirigir quase 1h pra chegar em casa e descarregar tudo…na neve, grávida e com criança pequena. Ufa!

Aqui você cuida das crianças sozinho (a):

Sabe aquele dia em que você está super cansada e pede socorro aos seus pais? Que bom que você sabe, porque eu não sei. Agora mesmo, estou grávida do terceiro, com dois pequenos, de 1 e 4 anos, me preparando para mudar para outra casa em breve.

Hoje trabalhei, encaixotei, brinquei, limpei, fiz comida, lavei roupa, dirigi, dei banho, ninei… e agora cansei. Não tem escape. Amanhã sou euzinha que vou ter que continuar tocando tudo, sem a opção de largar as crianças logo ali com alguém para ajudar. Ei, mas por um milagre da natureza (literalmente), a gente consegue!

Aqui você prega quadro e o que mais precisar:

A gente aprende a fazer tudo aqui. Vira marceneiro, eletricista, costureira e o que mais precisar. É isso ou pagar caro, porque a mão de obra aqui é muito valorizada. Nada mais justo pro trabalhador. Mas se você não ganha muuuito bem, a solução está logo ali no Google.

Aqui você faz a festa das crianças:

O Pinterest vai virar seu melhor amigo. Não tem casa de festa a cada esquina por aqui não. E os organizadores de festa cobram fortunas. Então, se você quer ver aquele sorriso estampado no rosto do seu filho, prepare-se para enrolar docinho, fazer bolo, fazer design de convite, enfeitar mesa, fazer palhaçada, organizar brincadeira e o que mais custar para dar o dia que seu filho merece!

Aqui você faz aquela comidinha brasileira:

Vontade de comer coxinha? Vai no Tudo Gostoso, pega a receita e faça você mesma. Ai que saudade das praças de alimentação, das docerias com mesinhas charmosas….

Bateu aquela vontade? Aqui, você abre as portas do seu próprio restaurante e é você mesma o cozinheiro, o garçom e o caixa. A boa notícia é que você pode ser o cliente também, e se deliciar com o resultado final. Se prestar, é claro.

Se você não e um(a) entusiasta do “make yourself”, vá pensando em cortar gastos adjacentes de outras fontes. Saiba 10 maneiras para economizar.

Deixe uma resposta