O PERFIL DO EMPREENDEDOR MIGRANTE EM PORTUGAL: COMO ABRIR UM NEGÓCIO EM PORTUGAL

O perfil do empreendedor migrante em Portugal – Planejamento e Negócios

Texto Elaborado por Daniel de Oliveira em conjunto com André Almeida, publicado originalmente no site português Business Portugal.

Empreender em Portugal ou em qualquer lugar do mundo não é fácil, não basta sonhar ou agir no feeling, é necessário muito planejamento e experiência e quando isso falta muitos empreendedores acabam por não realizar seus objetivos.

Então muitas pessoas nos perguntam:

O que é preciso para abrir um negócio em Portugal e qual o perfil que devem ter para migrar e empreender?

Esta é uma pergunta sem resposta direta, principalmente quanto a área de atividade que se busca, uma vez que não apenas o negócio em si é importante mas também a experiência acadêmica e profissional do proponente ao projeto ajudará no bom desenvolvimento e sucesso do negócio.

Abrir um negócio é relativamente simples, o complexo é fazer este crescer e dar lucros!

Sempre sugerimos que o cliente empreendedor busque desenvolver algum negócio do qual já tenha tido boas experiências e que seja algo que realmente goste de fazer.

Quando não há algum negócio ou ideia em foco ajudamos o cliente a questionar-se e o orientamos de forma a encontrar alguma atividade com que se identifique, eventualmente essa indecisão acaba por efetuar trabalhos com marcas de Franchising, uma solução para quem não quer começar absolutamente do zero.

O perfil do empreendedor migrante segundo a Business Portugal

Não é coisa de jovem nem de velho, a média de idade dos empreendedores migrantes em Portugal é de 31 anos de idade e a maioria deles possui família de 2 ou 3 pessoas.

Isso mostra que com um bom planejamento e um plano de negócios bem formatado, idade e tamanho da família não são empecilhos para empreender e emigrar. O necessário mesmo é força de vontade e planejamento e, principalmente, parceiros que ajudem nos primeiros passos.

Planejamento e Parcerias: duas palavras-chave para o sucesso de qualquer negócio.

A idade pode parecer pouca, mas muitas destas pessoas iniciaram sua vida profissional muito cedo (antes dos 15 anos e muitos mesmo antes dos 18 anos) por isso, mesmo um empreendedor jovem, muito provavelmente cada empreendedor migrante já possui ao menos 10 bons anos de experiência.

Mas, quanto preciso investir para empreender em Portugal?

A pergunta mais feita à uma consultoria. Nossos empreendedores estimaram um investimento médio de 27,6 mil euros em 2017, dos cerca de 30 projetos que obtivemos no ano.

Mas isso não é regra, as consultorias e negócios de pequeno porte já podem se estabelecer em terras lusitanas com orçamentos a partir de 15 mil euros.

Entretanto, mais importante é ressaltar que estes são valores para o SEU NEGÓCIO, sendo necessário adicionar custos de documentação e preparação prévia e também de despesas pessoais e familiares nos meses iniciais.

Negócios que exijam estruturas físicas maiores, como cafés e restaurantes, prestação de serviços e algumas franquias, podem ser abertos com investimentos que variam de 15 a 30 mil euros.

Cerca de 1/3 dos nossos clientes dispuseram de um orçamento acima de 30 mil euros para o projeto proposto. Mais uma vez vemos que um plano de negócios bem feito é fundamental para economizar e maximizar o valor investido, tanto para quem tem pouco quanto para quem possui um orçamento maior.

Tão importante quanto “quanto investir” é “como planejar no que se vai investir”.

Média de investimento dos novos negócios –  Experiências da Business Portugal para o empreendedor dar certo

Nestes dois anos a Business Portugal já atuou com mais de 30 clientes acompanhando o investimento em projetos de mais de 1.102.000,00 euros em novos negócios em Portugal.

Deixe uma resposta